Servidores registram ocorrência após ex-deputado federal Adalberto Cavalcanti quebrar barreira sanitária em Afrânio

A Polícia Civil informou que registrou a ocorrência na delegacia de Afrânio e que as investigações seguirão até a completa elucidação do ocorrido.

Barreira sanitária em Afrânio Divulgação / Prefeitura de Afrânio Servidores da Prefeitura de Afrânio, que trabalham no Combate e prevenção da Covid-19, registraram uma ocorrência na quinta-feira (21) na delegacia de Polícia Civil de Afrânio, no Sertão de Pernambuco.

O motivo alegado foi que o ex-deputado e ex-prefeito do município, Adalberto Cavalcanti, teria quebrado a barreira sanitária de combate a Covid-19.

Segundo a ocorrência, os servidores municipais "relataram que deram sinal de parada para o ex-deputado federal, Adalberto Cavalcanti, para fazer orientação de prevenção e higienização do veículo e auferir a temperatura do condutor, porém Adalberto passou devagar, com os vidros do carro aberto e disse que não ia parar e passou direto pela barreira sanitária".

De acordo com o prefeito de Afrânio, Rafael Cavalcanti, a ocorrência foi registrada para que a Polícia Civil adote as providências cabíveis.

"A gente repudia esse tipo de atitude, sobretudo em um momento delicado como esse em que todos os cidadãos precisam colaborar", disse o prefeito.

A Polícia Civil informou que registrou a ocorrência na delegacia de Afrânio e que as investigações seguirão até a completa elucidação do ocorrido. A assessoria de Adalberto Cavalcanti informou que está aguardando o pronunciamento da defesa do ex-deputado.

Categoria:PE - Petrolina e Região