Coronavírus: São Carlos, Rio Claro, Araraquara e região têm novas regras para velórios e cemitérios

Araraquara e Rio Claro (SP) determinaram a suspensão de visitas, enquanto Leme, São João da Boa Vista, Araras e São Carlos restringiram número de pessoas em velórios.

Veja mudanças.

Cemitério de Araras Prefeitura de Araras/Divulgação As prefeituras de Araras, Araraquara, Leme, Rio Claro, São Carlos e São João da Boa Vista (SP) determinaram novas regras para velórios e cemitérios por tempo indeterminado.

As medidas tem como objetivo evitar aglomerações e a disseminação do coronavírus. Veja quais são as mudanças adotadas em cada cidade: Araras O cemitério municipal de Araras restringiu o tempo e o número de pessoas que podem permanecer nas salas de velórios.

Como medida preventiva, apenas 10 familiares podem permanecer no local, pelo limite de três horas. As medidas também alteram o horário de funcionamento do local, que foi reduzido para o período de 6h às 22h.

Fica proibido ainda a permanência de pessoas com mais de 60 anos nas dependências do cemitério. Araraquara Cemitério das Cruzes em Araraquara Prefeitura de Araraquara/Divulgação A Prefeitura de Araraquara determinou a suspensão das visitações aos cemitérios da cidade como uma das medidas de combate à disseminação do novo coronavírus.

A determinação também dispõe de novas orientações para os velórios, que devem ter até três horas de duração. Para evitar aglomerações, as salas de velório também devem se manter bem ventiladas e com, no máximo, cinco pessoas respeitando a distância de dois metros entre elas. Já o horário de funcionamento do velório municipal e das salas de vigília privadas passará a ser das 7h às 18h. Leme Cemitério de Leme Reginaldo Santos/EPTV Em Leme, o cemitério e o velório mantêm os horários de funcionamento normais.

Durante os velórios, a prefeitura instituiu limite de 10 pessoas por sala, restringindo a visita somente a parentes de primeiro grau, sob orientação que todos mantenham distância de 1 a 2 metros. Em casos de morte de pacientes com suspeita de coronavírus, a prefeitura irá seguir as determinações da capital em não velar o corpo e utilizar o caixão lacrado.

Rio Claro Cemitério Municipal de Rio Claro Ronaldo de Oliveira/EPTV O Cemitério Municipal São João Batista, em Rio Claro, proibiu as visitações, lavagem de túmulos e reformas em jazigos.

A prefeitura também adotou medidas de restrição no velório municipal, entre elas ao controle de 10 pessoas por sala de vigília para evitar aglomerações com permanência individual de 5 minutos.

São Carlos Cemitério Nossa Senhora do Carmo em São Carlos G1/ Claudinei Junior Em São Carlos, a prefeitura determinou a restrição de, no máximo, 10 pessoas por sala de velório, limitando o tempo de permanência permitida no local a uma hora, como medida preventiva ao contágio pelo novo coronavírus. São João da Boa Vista Cemitério de São João da Boa Vista (SP) Prefeitura de São João da Boa Vista/Divulgação A Prefeitura de São João da Boa Vista determinou o fechamento dos velórios municipais e pediu que as funerárias instalem tendas nos cemitérios, próximo às capelas, para a despedida dos familiares, que deve durar até 15 minutos. A medida também determina que as pessoas que morreram com suspeita ou por infecção de Covid-19 terão as urnas lacradas, com os corpos sepultados dentro de sacos de cadáver e proibida a abertura do visor, além de sepultamento imediato. Dicas de prevenção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 São Carlos e Araraquara.

Categoria:SP - São Carlos e Araraquara