Homem é preso suspeito de ter participado de chacina em Araquari

Crime foi cometido em dezembro de 2019.

Cinco pessoas foram assassinadas e duas ficaram feridas.

Terreno da casa onde 5 pessoas morreram em Araquari.

Polícia encontrou arma no local Polícia Militar/Divulgação Um homem foi preso pela Polícia Civil na manhã desta quinta-feira (26) suspeito de ter participado de uma chacina ocorrida em Araquari, no Norte do estado, na qual cinco pessoas foram assassinadas e duas ficaram feridas.

Dez pessoas foram identificadas como autoras do crime, sendo que nove já foram indiciadas.

Sete delas estão presas e três permanecem foragidas.

A prisão desta quinta ocorreu durante uma ação da polícia para localizar um suposto local de receptação de produtos furtados.

No local, os policiais identificaram o foragido em uma casa na qual estaria havendo tráfico de drogas. O suspeito é investigado ainda por envolvimento com tráfico de drogas e organização criminosa.

Durante a abordagem, foram encontrados com ele maconha e dinheiro, entre outros itens. O homem foi levado à Delegacia de Araquari, que formalizou a prisão.

Lá, ele foi autuado por tráfico de drogas, e depois foi encaminhado à Unidade Prisional Avançada (UPA) de São Francisco do Sul. Chacina O crime foi no dia 6 de dezembro em uma casa numa região do Centro conhecida pela Polícia Civil como área de invasão.

Foram mortos a tiros uma mulher de 37 anos, um homem de 40 anos e dois de 21 anos, e uma idosa de 70 anos.

Dois rapazes, de 18 e 21 anos, também foram baleados, mas se recuperaram dos ferimentos. De acordo com a investigação, integrantes de um grupo criminoso, após desentendimentos, marcaram uma reunião para tratar da gerência de pontos de venda de drogas.

Porém, o encontro era uma emboscada para atrair desafetos para o mesmo local e matá-los. Os nove suspeitos foram indiciados por cinco homicídios e duas tentativas de homicídio.

Uma arma foi apreendida. Veja mais notícias do estado no G1 SC
Categoria:Santa Catarina